Perguntas e Respostas: Quebrar o estigma!

Por Ana Sofia Pita

Quantas vezes já ouvimos alguém dizer “Psicólogo? Isso é para loucos?”, “Eu não preciso de ir ao psicólogo. Quando quero falar vou ao café com os meus amigos”, “Não preciso de ir ao psicólogo, isto vai passar…”.

O estigma sobre a saúde mental existe, e apesar do crescente número de campanhas de sensibilização, estima-se que, Portugal é o segundo país da Europa, com maior prevalência de doenças mentais, sendo ultrapassado, apenas, pela Irlanda do Norte. Mais de um quinto dos portugueses sofre de uma perturbação psiquiátrica (23%)1. Apesar disto, uma percentagem significativa das pessoas com perturbações mentais permanecem sem acesso a cuidados de saúde mental e, muitos do que têm acesso continuam a não beneficiar dos mesmos.2

Falar sobre o assunto é a melhor maneira para terminar com o estigma. Em, 2002, a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicava um documento intitulado “Saúde mental: nova concepção, nova esperança”3, que aborda a importância da educação sobre a saúde mental:

Devem ser lançadas, em todos os países, campanhas de educação e sensibilização do público sobre a saúde mental. A meta principal é reduzir os obstáculos ao tratamento e aos cuidados, aumentando a consciência sobre a frequência das perturbações mentais, a sua susceptibilidade ao tratamento, o processo de recuperação e o respeito pelos direitos humanos das pessoas com tais perturbações.” (p. XVIII, 2002)

No entanto, a chave para a aprendizagem nem sempre está em saber dar as respostas certas, mas sim, em saber colocar as perguntas.

O que é a psicologia? O que faz um neuropsicólogo? A hipnose funciona? Quando é que devo procurar ajuda do psicólogo? O que posso esperar de uma consulta de psicologia?

Vivemos num mundo em que somos constantemente bombardeamos por informação. Qualquer pergunta pode ser respondida através de uma pesquisa no Google, no entanto, nem toda a informação que encontramos é correta, e a Internet está cheia de fontes que nem sempre são fidedignas.

Foi a pensar nisso que a NeuroCenter criou uma nova secção no seu site – Perguntas e Respostas. Aqui poderá fazer qualquer pergunta relacionada com Psicologia, que será respondida por um profissional do nosso corpo clínico. A sua dúvida pode ser a mesma de outras pessoas e, por isso, nesta secção poderá também encontrar algumas perguntas já respondidas (não divulgaremos o autor da pergunta!).

Visite o nosso site, ou clique AQUI e coloque-nos as suas dúvidas, assim que tivermos uma resposta será contactado por e-mail. Atreva-se! 🙂

Fontes de pesquisa:

1 Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa. (2013). Estudo Epidemiológico Nacional de Saúde Mental. 1.º Relatório. Lisboa.

2 Direção-Geral da Saúde. (2017). Programa Nacional para a Saúde Mental. Lisboa.

3 Organização Mundial da Saúde (OMS). (2002). Relatório Mundial da Saúde – Saúde Mental: nova conceção, nova esperança. Lisboa.

Deixe uma resposta

Close Menu